Flor da Mocidade

 

 

 

 

O Professor Antônio Esperança de Oliveira, educador nas escolas isoladas, introduziu o futebol profissional entre 1908 e 1910, colhendo talentos ao formar equipes entre os alunos das escolas. (CHITTO, 1972)

Para incentivar os jovens, chamava os times de Rússia e Japão, pois na época (1904-1905) se falava muito da guerra Russo-Japonesa, devido a explosão de notícias que chegavam à cidade pelo novo equipamento de alta tecnologia em comunicação – o Telegrafo. (CHITTO, 1972)

Com isso não tardou que na cidade fosse formada a primeira entidade esportiva chamada “Flor da Mocidade”.

Primeiro Time Oficial da cidade – Fonte: Chitto (1972)

Conhecidos por Alvi-celestes, conforme imagem captada no Google Mapas em 2019, tinham sua “Cancha” inicial à margem esquerda da estrada de rodagem Lençóis-Macatuba, hoje conhecida como Rodovia Osni Matheus (Amarelo), porém, atualmente ela está deslocada do seu trajeto original, sendo este, à época do antigo campo, no trajeto da atual na Avenida José Antonio Lorenzetti (Verde). (CHITTO, 1972)

Primiro campo (Cancha) de futebol oficial – Fonte: feito pelo autor com base nos descritivos de Chitto (1972).

Cancha essa que por várias circunstâncias e conveniências, foi abandonada, construindo-se outra ao lado oposto da cidade, em sua parte alta de fronte a Praça Esportiva Municipal. (CHITTO, 1972)

Foi quando o Flor da Mocidade instituiu sua sede no prédio da Societá di Mútuo Socorso Stela D´Itália. (CHITTO, 1972)

Um importante jogador do Flor da Mocidade foi o Intendente Coronel Virgílio de Oliveira Rocha, um aficionado esportista, doou ao clube um riquíssimo estandarte com as iniciais e cores do time, além de doar também um caríssimo jogo de redes para os arcos. (CHITTO, 1972)

Antes dos jogos oficiais, lençoenses e adversários desfilavam pelas ruas principais da cidade rumo ao campo, ricamente uniformizados, acompanhados pela corporação musical, onde abrilhantavam o desfile esportivo marchando e ostentando seus ricos estandartes. (CHITTO, 1972)

Indícios levam a acreditar que algumas das conveniências relatadas no parágrafo anterior para a escolha de se jogar futebol na Praça Esportiva Municipal são:

      • Localização central, da Praça era mais próxima as vilas existentes;
      • A existência de uma área na praça, que já era utilizada para jogar futebol, provavelmente pelos funcionários da sorocabana;
      • O nome Praça Esportiva Municipal, sugere a sua destinação;
      • A proximidade dos hotéis na época;
      • A praça ser um ponto de encontro dos estudantes. (CHITTO, 1972)

Em 1924, o Flor da Mocidade deixou de existir.